quinta-feira, julho 14, 2016

PERFIL - Luiz Alberto de Melo Igrejas

Maria Helena Cantamissa

                         
    






Muitos preferem o gentílico manauense, mas o filho do Sr. Victor Manoel Igrejas Lopes e de Dona Maria Corrêa de Mello Igrejas Lopes, é manauara de nascimento, porém, carioca de coração.

Esse amazonense, nascido em 21 de junho de 1932, formou-se em direito pela Faculdade de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro e exerceu inúmeras funções, dentre elas, Secretário Geral da Junta Comercial do Estado da Guanabara, no anos de 1971 a 1975 e 1979 a 1982;

Vogal da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro, representando o Ministério da Indústria e do Comércio, de 1982 a 1986 e representando a Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Rio de Janeiro, nos anos de 1986 a 1990.

Foi
Diretor do Departamento Nacional de Registro do Comércio do Ministério da Justiça, de 1990 a 1993.

Bernardo Cabral e Luiz Igrejas






Em 1991, no governo do Presidente Collor, o então Ministro da Justiça, Bernardo Cabral, seu amigo desde mais tenra idade,  convidou-o  para dirigir o Departamento Nacional  do Registro do Comércio DNCR-DAS-5, onde permaneceu por quatro anos, exercendo inclusive, interinamente, cargos de Secretário Nacional de Direito Econômico  e Presidente do Conselho da RADIOBRAS em
1993, representando o Ministro da Justiça.






Exerceu o cargo de advogado da INB - Indústrias Nucleares do Brasil S.A.; foi Membro e posteriormente Vice-Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Universitária José Bonifácio. Hoje é funcionário aposentado do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.

Luiz Igrejas, é aquele doce de pessoa que conquista todos ao seu redor. Benquisto por toda a comunidade, colhe os louros de seu trabalho sério, pautado pela ética, paixão associativa e carisma.

Igrejas, Cantamissa, Agostinho, Mauro Magalhães e esposa
 Em sua longa trajetória recebeu vários títulos, como:

 Cidadão Benemérito Amazonense, conferido pela Câmara Municipal de Manaus/AM, Cidadão Carioca - Assembléia Legislativa do Estado da Guanabara, Cidadão Cabofriense - Câmara Municipal de Cabo Frio/RJ e Medalha de Mérito Vernei, agraciado pelo Conselho Estadual de Trânsito da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Há 13 anos preside a AMAR – Associação dos Moradores e Amigos do Tijucamar e do Jardim Oceânico, entidade sem fins lucrativos, que tem como responsabilidade precípua, lutar pela defesa dos direitos de seus associados junto ao poder público.

Atualmente faz parte da diretoria da ACIBARRA e é Presidente da Comissão de Transporte e Mobilidade Urbana da OAB Barra, onde é conselheiro, comprovando a afeição entre seus pares.


Helena Cantamissa, Luiz Igrejas e sua esposa Helena







Pai de dois filhos, Álvaro e Luiz Alberto, avô coruja, e casado com a bela Helena, que é uma verdadeira LUZ em sua vida, adotou a Barra da Tijuca, depois de morar em Copacabana e São Conrado, onde foi presidente da associação de moradores, AMASCO.






No dia 03 de junho
de 2016 foi merecidamente condecorado com a Medalha Pedro Ernesto,

Luiz Igrejas ladeado pela sua bela esposa Helena (com flores) e Helena Cantamissa
concedida pela Câmara dos Vereadores, por iniciativa do Vereador Carlos Caiado, servindo como cenário, a Casa do Advogado, a 57ª subseção do Rio de Janeiro.

Escolheu para compor a mesa, dirigida pelo vereador Caiado, seus grandes amigos, o empresário Mauro Magalhães, o advogado Álvaro Costa, Kleber Machado e o ex-ministro Bernardo Cabral, que proferiu lindo discurso em homenagem ao Comendador Igrejas

Mauro Magalhães, João Mendes, Luiz Igrejas, A Campuzano e o vereador Carlo Caiado
Com o auditório repleto, esse Membro da Cadeira 28 da Academia Madureirense de Letras, agradeceu ao vereador, ao atual e ex-presidentes da OAB Barra, Ricardo Menezes e Cláudio Carneiro, respectivamente, e brindou  os convidados com agradecimentos especiais.

Frei Dino, pároco da Igreja São Francisco de Paula, costuma brincar que “Igrejas” é um templo!