sexta-feira, julho 29, 2016

RIO DE JANEIRO É A CAPITAL COM A MELHOR GESTÃO FISCAL DO BRASIL

Dentre todos os quase cinco mil municípios analisados, a cidade olímpica ficou em 28º lugar

O Rio de Janeiro é a capital com a melhor gestão fiscal do Brasil, de acordo com o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), referente ao ano de 2015. O estudo, publicado no site da Firjan nesta quinta-feira (28/7), se baseia na análise da Receita Própria, dos Investimentos, do Custo da Dívida, da Liquidez e dos Gastos com Pessoal. A cidade do Rio recebeu o conceito “B”, que reafirma a boa gestão fiscal realizada pelo município. Foram analisadas 4.688 cidades de todo o país.

No ranking nacional, entre todos os municípios, o Rio garantiu o 28º lugar, posição ainda mais confortável do que as galgadas desde 2009, quando ocupava o 523º lugar da lista. “A Prefeitura tem uma inteligência fiscal excelente. Sem aumentar imposto, conseguimos manter, mesmo num momento de crise econômica, um conjunto de receitas próprias importantes. A prefeitura tem condição estrutural financeira estável, com folha de pagamento controlada, dívida baixa, investimento alto, custeio controlado e arrecadação mantida”, destaca o prefeito Eduardo Paes.

Dentre os indicadores de boa gestão da cidade a Firjan destacou: o baixo comprometimento do orçamento municipal com as despesas de amortização dos financiamentos, a notável capacidade de realizar investimentos e a elevada participação das receitas próprias na arrecadação.