sábado, agosto 13, 2016

COLUNA ESPAÇO MOTOR

João Mendes

         UM SONHO, FIAT TORO VOLCANO

Desta vez tive a oportunidade de testar a picape Fiat Toro na sua versão top nomeada de Volcano. A Toro já tem um visual moderno e bonito que chama a atenção e a versão Volcano tem esse visual melhorado com o bagageiro no teto, rodas exclusivas, faróis auxiliares com moldura e outros detalhes. Seu motor é 2.0 turbodiesel de 170 cavalos de potência com câmbio automático de 9 marchas, essa é a configuração da Volcano, câmbio manual não esta disponível para ela.


Este câmbio automático funciona muito bem e dá conforto já que esse motor diesel precisa de um pouco mais de aceleração para sair da inércia e com câmbio manual é preciso carregar no acelerador até uns 2000 giros para não morrer na arrancada o que não acontece com o automático. A Toro Volcano é bem equipada e conectada com sistema de navegação bem funcional com um providencial alerta sonoro da presença dos famigerados radares que multam quem esta em excesso de velocidade. No visor central do painel tem câmera de ré pra ajudar nas manobras. Para isso os sensores também ajudam. No interior existem apliques plásticos na cor bronze que sofisticam o ambiente, os banco de couro são opcionais e o do motorista possui ajustes elétricos. A versão mais barata da Toro Volcano custa R$120.670 e com acessórios como airbags laterais e de joelho, partida sem chave através de botão no painel, partida remota, sensor de pressão de pneus, capota marítima e mais alguns  pode ir a R$132.000. Para quem quer uma picape mais urbana, mais fácil de dirigir e estacionar, com todo luxo e conectividade a Toro Volcano é um sonho.

                 CIRCULANDO DE VOLKSWAGEN GOL 2 PORTAS

Dois meses depois de mostrar o Gol 2017, na versão com quatro portas, a Volkswagen apresentou a versão com duas portas que tive a oportunidade de andar durante o mês de julho. Evidentemente é a versão mais barata, R$1.920 inferior ao da versão quatro portas de entrada, , totalizando R$33.620 com direção hidráulica, vidros e travas elétricas. Entrando no carro a sensação é das melhores, esse modelo 2017 tem um painel mais requintado, um desenho moderno e materiais que dão um tom de mais refino. Teve gente que entrou no carro e comparou o painel com o de um Audi. Em alguns detalhes lembra sim   e quando lembro do painel do primeiro Gol que tive, 1º geração, então nem se fala. As vezes gosto de lembrar de como eram nossas carroças e no que elas se transformaram. O Gol duas portas sempre foi uma opção das empresas, para suas frotas, por seu preço mais acessível e nos dias de hoje, onde qualquer valor pesa no bolso de quem vai comprar um carro de entrada, esse modelo esta bem arrumado. Nos dez dia que estive com o carro não carreguei ninguém no banco traseiro ou seja, as duas portas me atenderam muito bem. Também não se pode descartar a hipótese de que um comprador, que não precise de quatro portas, aproveite a diferença de preço para equipar seu duas portas por exemplo, com um ar condicionado que custa R$2.840 ou com uma central multimídia top, a Composition Touch, com tela sensível ao toque e espelhamento do smartfone, por R$1.780. Em dias de crise o consumidor tem que ver bem o que lhe atende pelo menor preço e aí o carro de duas portas tem que ser percebido e o Gol é um ótima opção.   

                               O FUTURO, NISSAN BLADEGLIDER


 Já fazem mais de 20 anos que andei pela primeira vez num carro elétrico, foi o EV 1 da Saturn em Detroit - USA,  e agora vou de passageiro sentindo as emoções no Nissan BladeGlider, carro conceito sem previsão de ser produzido em escala industrial. Ele tem dois motores 100% elétricos, um para cada roda traseira, com potência somada totalizando 268 cavalos. Sua aceleração é absurda, 0 A 100 km/h em apenas 5 segundos, arrancada equivalente a de um bom esportivo ou de uma moto esportiva de 100 cc,  e numa reta com pouco mais de 100 m chegamos a 105 km/h e a velocidade máxima é de 190 km/h. O Nissan BldeGlider é para três pessoas e o motorista fica posicionado no meio do carro mais a frente dos outros dois passageiros e tudo acaba contribuindo para uma estabilidade surpreendente. O carro é um verdadeiro esportivo para o futuro que não polui nada, 0 emissões de Co².

                          TOYOTA ETIOS PLATINUM É MAIS BONITO

Não sou muito fã do design dos carros da Toyota, sempre vejo neles algum detalhe que não me agrada principalmente na dianteira.

Na primeira apresentação do compacto Etius eu olhei e já virei a cara, não me agradava. Agora chega a versão 2017 do Etius Platinum que tem uma grade bem equilibrada com o desenho dos para-choques. Acho que a Toyota deveria aproveitar esse novo desenho para ser a nova identidade do carro e colocá-lo em toda linha Etius. Aliás, o Etius Platinum custa R$62.490 na versão hatch e R$65.990 na versão sedã.