sábado, agosto 13, 2016

Plateia em Foco

O musical “Gilberto Gil – “aquele abraço” , uma excelente homenagem  aos 50 anos de carreira  do  cantor , poeta e  criador da tropicália.


Imperdível !!!
Ainda dá tempo para assistir, sucesso de público em São Paulo e agora no Rio de janeiro. “Gilberto Gil - aquele abraço o musical”, vai até o dia 21/8 no teatro Clara Nunes no shopping da Gávea. E depois ganha estrada e começa sua turnê em BH, Salvador, Maceió, Recife, Fortaleza e Natal.
                                                                                                                                                     Chico Lima
Elenco afinado em excelente sintonia na direção espetacular de Gustavo Gasparani

Homenagem / Elenco / Direção de movimento

Conhecer um pouco da história e da trajetória de uma das maiores personalidades da música brasileira. Gilberto Gil reconhecido mundialmente, sem entrar na retórica autobiográfica, como nas produções de recentes musicais como: Tim Maia, Cássia Eller, Elis entre outros musicais, mais a trajetória  de Gilberto Gil neste musical, é uma homenagem contada através de suas próprias canções, ora faladas por versos e letras  e na maioria das vezes cantadas  por oito atores/músicos multi-istrumentistas, que dividem a missão de interpretar, cantar, dançar e tocar 39 instrumentos diferentes durante o espetáculo, conduzindo eles mesmos todos os movimentos de cena
                                                                                                                                               Caio Gallucci
Muito humor  em uma divertida viagem no tempo 
No elenco estão Alan Rocha, Cristiano Gualda, Daniel Carneiro, Gabriel Manita, Jonas Hammar, Luiz Nicolau, Pedro Lima e Rodrigo Lima em uma perfeita harmonia musical e corporal sob a direção de movimento e a coreografia do experiente Renato Vieira, assim todos são Gilberto Gil é assim que eles se apresentam no início do espetáculo onde cantam  e dançam as 55 canções  através de 11 blocos temáticos, são abordados diversos temas de suas composições, como  religiosidade, a negritude, as relações de amor e amizade o carnaval, o tropicalismo,  em rítmos que vão do baião ao rock, passando pelo samba, funk, reggae, bossa nova, entre outros rítmos.

  O musical faz realmente o público a refletir sobre o tempo e  faz uma viagem na história cultural do Brasil com músicas que marcaram época como : “Se eu quiser falar com Deus”,  Toda menina baiana”, “ Não chore mais”,  “Cálice” , “Meditação”, A paz “, “O seu amor” , “Esotérico”, “A linha e o linho”, “Deixar você “,  Drão”,  “Sítio do pica-pau amarelo”  entre outras canções, que fez o público  dançar e cantar durante todo espetáculo, foi impressionante ver a força e o poder das canções de Gilberto Gil, fica realmente claro que marcaram épocas  e gerações .
                                                                                                  Chico Lima
projeções da vida de Gil exibidas em um telão hi-tech no fundo do palc
Autor  e  Diretor
Antes de começar o espetáculo, quando vi que o musical não era autobiográfico  e  que seria todo narrado através de canções, onde o tempo seria sua base de lançamento para contar essa história  eu  me  perguntei: “como vou conseguir  conhecer um pouco da história de Gilberto Gil sem uma dramaturgia autobiográfica” como nos  musicais atuais? A minha resposta veio logo, quando vi  a direção impecável de Gustavo Gasparani, um apaixonado pela obra do cantor/poeta e  que também assina como  autor do musical, conseguiu fazer uma linguagem orgânica com todo o elenco  e teatralizou  com excelência  a contemporaneidade  da  trajetória musical  de Gilberto Gil, que foi inspirado por Luiz Gonzaga pelo som do radio, desde o sertão da Bahia, ao exílio em Londres, a explosão da tropicália até os dias atuais, levando o público a uma atmosfera alegre e descontraída, onde os 105 minutos de espetáculo passam despercebidos entre canções e projeções da vida de Gil exibidas em um telão hi-tech no fundo do palco e quando acabou o espetáculo, o público continuou cantando sem deixar a atmosfera cair, deixando um gostinho de quero mais, realmente espetacular.
TEATRO

Período: De 09 de junho a 21 de agosto de 2016
Horários: Quinta-feira , Sexta-feira e Sábado às 21:00 horas
Domingo às 20:00 horas
Local: Teatro Clara Nunes – Rua Marquês de São Vicente - Gávea 
Vendas:  Vendas na bilheteria do Teatro Clara Nunes, sem taxa de conveniência. Pela internet, no site www.ingresso.com, com taxa. Mais informações pelo telefone (21) 2511-0800.
Preços dos ingressos: de R$ 50,00 a R$ 120,00
Classificação: 12 anos
Duração: 105 minutos