segunda-feira, setembro 19, 2016

ESPAÇO MBC - Esse Juiz é cego

Jorge Ricardo Gomes

“Esse juiz é cego” – manifestação comum em vários jogos de futebol.  E, de fato, acabei descobrindo que isso é uma realidade. Vocês sabem que até hoje não é exigido pelos órgãos competentes, até mesmo a Fifa,  a verificação da acuidade visual dos juízes de futebol, ou seja, nenhum candidato ao apito é submetido a um simples exame de vista, conforme  apurei ? Como peladeiro que sou do Marina Barra Clube – “ aí Tigrada, salve a nossa festejada pelada “-  e no convívio com associados que de alguma forma se relacionam  com o mundo do futebol, perguntei aos vários juízes profissionais  que apitam as nossas peladas.


Alguns já passam dos 40. Vocês, alguma vez fizeram exames de vista ? E eles, em sua maioria absoluta, me respondem  que não, nunca fizeram. Alguns responderam : - Só pro Detran ! É inacreditável que alguém com essa atividade que depende tanto da precisão, com a responsabilidade de alguém que pode decidir uma partida. . . Xingado, maltratado muitas vezes, ameaçado até de morte, como pode ignorar a necessidade de cuidar adequadamente de sua principal ferramenta de trabalho. Engraçado que eles mesmos se surpreendem com essa falta  quando falo da importância de se monitorar o funcionamento da visão, esse aparelho maravilhoso da nossa percepção, hoje ocupando certamente a maior parte dos nossos sentidos. Fico imaginando quanto detalhe ficou perdido, quantos gols, quantos pênaltis, faltas e vai por aí afora suscitaram a ira dos jogadores e também dos torcedores  por causa de “juízes cegos”, que não sabem que sofrem de alguma deficiência visual.
Imagino o Bandeirinha, que fica à distância, muitas vezes longe, que frequentemente sofre com a dúvida de um lance. Que situação ! Me faz lembrar de um tempo em que todo candidato a uma função numa empresa era obrigado, pelo Ministério do Trabalho e por conta do empregador, a fazer a Abreugrafia. Aquele exame da região do tórax : a Saúde temia muito a doença da Tuberculose !  Nos tempos de modernidade, em que quase tudo depende da Visão, parece que estamos na pré história com o cuidado humano, embora a Fifa já tenha começado a experimentar a tecnologia de vídeo em alguns campeonatos europeus, preparando esse recurso para a Copa da Rússia.   
Abraço em todos
Jorge Ricardo Gomes (Jorginho) é sócio e praticante do esporte no Marina Barra Clube.