sexta-feira, setembro 02, 2016

Operação Jogos Paralímpicos

Devido à grande procura de ingressos para o Parque Olímpico e para garantir a segurança e conforto de todos os envolvidos (moradores, atletas e público), a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro montou esquema de operação para os Jogos Paralímpicos, que repete, basicamente, todas as medidas adotadas durante os Jogos Olímpicos.

Haverá fechamentos de ruas, implantação de faixas para a Família Paralímpica, bloqueios e interdições de alguns trechos
- Todos os moradores das áreas interditadas devem andar com comprovante de residência ou com o adesivo colado nos carros.

Quem não tiver adesivo deve estar com comprovante de residência.
- O público deve utilizar o serviço de transporte público, não haverá estacionamento no Parque, ou no entorno do Parque.

- O Rio Card Olímpico continua valendo, mas será possível utilizar o Bilhete Único e o RioCard em todas as viagens de BRT inclusive os novos serviços como a Transolímpica e o Lote zero da Transoeste e os serviços que serão criados:
BRT – Jardim Oceânico – Terminal Olímpico  - das 5h à 1h – 20 minutos de viagem

BRT – Vicente de Carvalho  – Terminal Olímpico – das 5h às 1h – 45 minutos de viagem

Só na Linha 4 do Metrô será necessário apresentar ingresso
- Provas de rua

Serão sete dias de provas de rua, dias 10 e 11 em Copacabana e dias 14, 15, 16 e 17 no Pontal. As provas acontecem entre as 8h da manhã e as 17 horas. Mas o fechamento da área será da meia noite até às 18horas. De quarta a sábado, algumas linhas de ônibus que passam no Pontal serão desviadas pela Avenida Genaro de Carvalho.
Recomendações

- Utilize os transportes públicos
- Durante todo o período das Paralimpíadas o acesso à Linha Amarela deve ser feito pela Avenida Ayrton Senna, uma vez que os acessos estarão fechados.

- Evite a área de Copacabana e do Maracanã nos dias de prova.
- De 12 a 18 de setembro evite a área da Barra devido aos fechamentos simultâneos da Avenida Lúcio Costa e Abelardo Bueno.

Interdições e mudanças no trânsito
Neste sábado, dia 3, será interditada a Avenida Olof Palme, no sentido Estrada dos Bandeirantes até a Avenida Salvador Allende, pista junto à Vila dos Atletas.

No domingo, dia 4, começam a funcionar as faixas dedicadas nas Avenidas Salvador Allende e Abelardo Bueno.
- As pistas laterais da Salvador Allende serão exclusivas para a Família Paralímpica e a faixa central estará aberta para acessar a Transolímpica.

- As pistas da Avenida Abelardo Bueno junto ao Parque, sentido Salvador Allende até a Pedro Correia serão exclusivas para a Família Paralímpica. Os moradores circulam na faixa lateral, junto aos prédios, no sentido Pedro Correia até a Avenida Salvador Allende.
- Os fechamentos serão semelhantes aos implantados nos Jogos Olímpicos, com um bloqueio maior na frente do Shopping Metropolitano e outro antes da Estrada Pedro Correia.

A Tocha Paralímpica chega à cidade dia 6. Dia 7, feriado nacional, das 8h20 às 14h, a tocha percorre Recreio e Barra – Leblon e Copacabana. Será fechada a pista da orla da Avenida Lúcio Costa, no sentido Recreio-Barra.

- Não haverá reversível na Reserva entre os dias 14 a 16 de setembro.
- Na Linha Amarela, os acessos ficam fechados de 5 a 18 de setembro, das 6h às 21h

- A restrição de caminhões começou dia 18 de julho e só vai terminar dia 18 de setembro
- Os caminhões não podem circular na área da Barra e Jacarepaguá  (Linha Amarela) das 6h às 11h e das 17h às 21h.

- As interdições no entorno do Parque Olímpico acontecem de 7 a 11 de setembro (de quinta a domingo) e dias 17 e 18 (sábado e domingo). As interdições são as mesmas das Olimpíadas.
- Só moradores (com adesivo ou comprovante de residência) podem circular na pista lateral da Avenida Abelardo Bueno (no lado junto aos prédios residenciais) e nas ruas internas. A pista do lado do Parque Olímpico fica restrita a veículos da Família Paralímpica.

- De 12 a 16 de setembro, apenas a área do Rio Centro, Olof Palme e Abelardo Bueno (pista junto aos equipamentos olímpicos) terá restrição de circulação. Será um bloqueio mais branco, mas com a recomendação para os motoristas evitarem aquela área.

- A Avenida Salvador Allende fica liberada nos dois sentidos da Avenida das Américas até a Estrada Bandeirantes, apenas na pista central. Todas as agulhas estarão fechadas.
- A pista da Avenida Lúcio Costa (junto ao mar)  fica fechada do dia 12 até o dia 17 de setembro, de segunda a sábado, da Avenida Gilka Machado até a Av. Albert Sabin. O fechamento será 24 horas toda essa semana.

- Nos dias 14 e 15, a Avenida Lúcio Costa fica fechada da Av. Gilka Machado (Recreio)  até a Barra (incluindo toda a Reserva) das 00h às 18h.
- No dia 16, as interdições acontecem das 00h às 18h, nesse mesmo trecho e também na Estrada do Pontal até a Prainha e além de todo o trecho da Avenida Lúcio Costa, do Recreio à Barra da Tijuca, altura do Alfabarra e Hotel Hyatt.

- No dia 17, sábado, as interdições acontecem das 00h às 16 horas, incluindo Estrada do Pontal, Estrada Burle Marx e Estrada da Guanabara. A saída de moradores tem que ser feita até as 9h30 e das 12h às 13h30. No período da prova os moradores não poderão circular de carro.