terça-feira, setembro 27, 2016

REUNIÃO DA CPI DA OLIMPÍADA NESTA QUARTA, ÀS 15 HORAS, NA CÂMARA DE VEREADORES DO RIO

Hoje, dia 27 de setembro,  tem reunião da CPI da Olimpíada. Será às 15 horas, na Sala das Comissões da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Na pauta, a convocação do secretário de Projetos Estratégicos e Concessões de Serviços Públicos e Parcerias Público-Privadas do Rio de Janeiro, Jorge Arraes; do presidente da Empresa Municipal de Urbanização (RioUrbe), Armando Queiroga, e de representantes de empreiteiras e encorporadoras que participaram da construção ou reforma dos equipamentos para a Rio 2016. A lista será levada pelo autor do pedido de CPI, Jefferson Moura (Rede). Não há motivos para protelar essas convocações, afirma o parlamentar.

Após pressão e determinação da 7ª Vara de Fazenda Pública, a CPI da Olimpíada voltou a funcionar. Desde o dia 31 de maio estava suspensa em decorrência das manobras da presidência da Casa Legislativa. A Comissão Parlamentar de Inquérito, que tem como objetivo apurar os gastos com a realização da Rio 2016, está em funcionamento depois que  juiz Luiz Eduardo Antônio Klausner deu um ultimato à Presidência da Casa.

Na ultima sexta-feira, o juiz Klausner deu mais um parecer exigindo o prosseguimento dos trabalhos, sob pena de punir os que atrapalham as investigações. No novo despacho do juiz Klausner, emitido na última sexta-feira,  em resposta ao pedido da 9ª Câmara Civil, ele destaca: "Deve ser esclarecido que o Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, autoridade apontada no mandamus como coatora e a quem foi dirigida a ordem liminar, não podia sequer ter a iniciativa de levar o assunto ao Plenário ou aceitar sua manifestação contra a instalação da CPI ou seu funcionamento, pois o trabalho da CPI e no que corresponde ao seu funcionamento estava na órbita do cumprimento da ordem judicial preclusa, não sendo, portanto, da competência do Plenário deliberar sobre o funcionamento da mesma."