terça-feira, novembro 01, 2016

O presidente da ABIH-RJ, Alfredo Lopes, representando o setor de hotelaria, parabeniza o prefeito eleito Marcelo Crivella.

“Parabenizamos o sr. Marcelo Crivella pela vitória nas urnas e estamos confiantes de que sua experiência política seja fundamental para enfrentar todos os desafios na condução da nossa cidade. 





Crivella é, sem dúvida, uma pessoa muito preparada, tem boa formação como engenheiro e muitos anos dedicados a ajudar o próximo e à vida pública. Seu programa de governo olha com atenção para a Zona Oeste, polo estratégico de desenvolvimento da nossa cidade, onde está instalado o novo parque hoteleiro carioca.

Esperamos pulso firme e muita energia na gestão e desejamos boa sorte ao novo prefeito!





Em recente encontro, no dia 21 de outubro, reta final da campanha, o trade turístico teve a oportunidade de receber o então candidato Marcelo Crivella para conhecer mais detalhadamente os projetos de sua gestão para segmento do turismo, além de entregar, em mãos, os pleitos da hotelaria. 

Na ocasião, registramos a nossa expectativa quanto à definição do novo alcade do Rio de Janeiro num momento em que a indústria carioca do turismo atravessa um cenário desafiador.

É fundamental a definição de um Plano de Marketing rapidamente executável, que ajude a sobrevivência da indústria hoteleira, setor que investiu 10 bilhões de reais em novos empreendimentos de hospedagem nos últimos seis anos. O setor que mais gera empregos na cidade é o de serviços e o turismo impacta direta e indiretamente quase um terço desse segmento.

A formatação de um calendário de eventos representativos em todos os meses do ano, assim como investimentos em campanhas publicitárias para divulgar o destino Rio, também foram pleiteados. Neste sentido, ansiamos por um projeto de Lei que crie a obrigatoriedade da arrecadação e repasse do room tax ao Rio Convention & Visitors Bureau, o que viabilizaria uma série de ações promocionais e de captação de importantes eventos. Outra providência estratégica seria a instalação de um centro de convenções de alta capacidade na Zona Sul ou Zona Portuária.

O nosso portão de entrada, o Aeroporto Galeão demanda ainda muitos esforços, incluindo transportes regulares para as regiões com maior concentração de hotéis. Outra estrutura receptiva, o Porto, hoje cercado pela mais nova paixão dos cariocas e turistas, o Boulevard Olímpico, carece de modernização de sua estrutura, gerando melhores condições de recepção aos cruzeiros internacionais e nacionais.
Para ampliar nosso bem receber, temos muitas sugestões que anseiam pelo compromisso do poder público. A criação de passes para turistas estrangeiros com acesso a todos os transportes públicos da cidade e a fiscalização mais efetiva dos taxis, serviço que figura entre as principais reclamações dos turistas, são algumas delas. Há também a implantação de um programa de Tax Free, vantagens que as principais cidades turísticas oferecem no mundo todo e o Rio não pode e não deve ficar para trás.

É importante tornar as estruturas construídas para os Jogos Olímpicos em ativos permanentes que contribuam para o incremento do Turismo Esportivo, revertendo-se em receitas para o Município.
Um tema que os cariocas enfrentam em seu dia a dia é a insegurança, item vital para o turismo. E todos nós sabemos que essa questão não é apenas um problema do governo estadual. Precisamos da garantia de que o novo prefeito entende que essa deve ser uma bandeira importante do município e que lute pela tranquilidade e qualidade de vida para quem mora ou visita o Rio de Janeiro.

Junto com essa questão, lembramos da crescente população de rua, que, com o agravamento da crise econômica, demanda ainda mais ações da Secretaria de Assistência Social para minimizar o impacto dos sem teto e dos adolescentes se drogando e cometendo crimes nas esquinas e praças.
Vivemos, portanto, um momento de grandes desafios, quando somente um gestor de pulso firme, determinação e amor pelo Rio de Janeiro poderá administrar essa cidade. Esperamos traçar uma relação de diálogo e parceria para viabilizar todas essas conquistas.

Em nome do turismo carioca desejamos boas-vindas ao novo prefeito!”
Alfredo Lopes é presidente da ABIH-RJ e do Rio CVB