sexta-feira, janeiro 20, 2017

Mulherers Lindas,Felizes e Poderosas

Márcia Schweizer 

 
 
 



 
A “Mulher Linda, Feliz e Poderosa” desta semana chama-se Ronalda Teixeira, uma bela carioca de bem com a vida, altruísta, defensora dos animais e amante da natureza. Teve um grande amor no passado, sua alma gêmea, com quem foi casada e que lhe deu uma filha (e um neto) que atualmente mora no exterior com seu marido.
 
 
 
 

Este amor que nunca
 morreu, que está bem guardado no fundo do seu coração e que foi o primeiro de sua vida, foi-se para sempre e nossa heroína ficou viúva. Mas, como a vida continua e ninguém manda nos sentimentos, nossa protagonista conheceu outro amor e sentiu-se uma adolescente, mesmo estando já na faixa dos sessenta anos. Sua vida passou a ter um novo significado e começou a escrever poesias e a frequentar o grupo POVEB (Poesia, Você Está na Barra) e diversos saraus, tendo também participado de várias antologias e coletâneas de poesia.  
 
 
 
 
 
Ronalda Teixeira ama teatro, barzinhos com música ao vivo, principalmente bossa nova. Gosta muito de Londres, das belas cidades portuguesas e da Flórida, nos USA. No Brasil admira Florianópolis e todo o nordeste. Faz academia em seu condomínio (Barramares) e frequenta o Posto 4 da Barra.
 



É eclética quanto
 à comida e adora tanto massas quanto frutos do mar e comida japonesa. Vai sempre ao Shopping Rio Design da Barra e é tricolor. Não tem religião, mas segue seu coração e só faz o bem ao próximo. Usa sempre o que lhe cai bem, mas sente um “que” pela grife “Animale”. Ama seu trabalho (conserto e reformas de joias) e tudo o que se refere a este ramo.
Seus autores preferidos são Augusto Cury, Anselmo Vasconcellos, Martha Medeiros e Regina Navarro. Seus filmes prediletos são sempre comédias. Sua maquiagem é da “Natura”.
 
 
 Usa colônia “Mauá pela manhã e Chanell à noite. 
A “Mulher Linda, Feliz e Poderosa” desta semana passa sinceridade e cordialidade ao próximo e tem uma bela filosofia de vida. Sua frase preferida é: 
_”Quem não vive para servir não serve para viver”. 
E é o que faz Ronalda, sempre ajudando ao próximo e colaborando para termos um mundo melhor. Por isso foi a eleita desta coluna.