sexta-feira, fevereiro 03, 2017

MULHERES LINDAS, FELIZES E PODEROSAS

Márcia Schweizer

Muito trabalho, poucas horas de sono, bastante estudo e dedicação, é a vida de quem quer fazer sucesso na carreira. E não é diferente do que acontece com Monique Marques, a “Mulher Linda, Feliz e Poderosa” desta semana, uma cantora que quer vencer e sentir-se feliz cantando e compondo suas músicas.
Suas lembranças são de uma infância pobre, mas feliz, com seu pai incentivando-a a cantar músicas gospel e mais tarde, na adolescência, músicas internacionais que faziam sucesso na época.
 






Por isso ela diz que deve tudo àquele homem que lhe deu a vida e o dom da musicalidade, que sempre esteve ao seu lado entusiasmando a filha e fazendo com que ela acreditasse em si mesma e em sua vocação.
 
 
 
 
Monique é uma bela e sensual mulher, com uma voz incontestavelmente linda. Fez sucesso como cantora, participando de bandas, duplas e corais. Canta sempre à noite, em bares e restaurante, onde consegue os aplausos e o respeito do público. 






Este ano resolveu mostrar suas músicas autorais e tem certeza que em seu interior encontra-se uma Cássia Eller, um Cazuza, um Renato Russo e um Tim Maia, cantores que admira e idolatra.
 
 
 
 
Com 36 anos de idade e 25 de música, Monique canta rock, pop, jazz e mostra ao mundo um novo som MPB, mais pop, um som mais jazz, mais soul (tudo misturado), com a intenção de salvar a MPB, que é a nossa raiz.
 
Mora em Bangu, subúrbio do Rio de Janeiro e tem uma filha de 8 anos; seu sonho é ajudar seus pais a quem tem extrema dedicação; seus hobbies são a maquiagem e frequentar a academia, onde malha para ter saúde; está de visual novo com cabelos pretos; admira e se espelha em Whitney Houston e Mariah Carey; sua paixão é a música e cada vez se dedica mais a ela, escrevendo letras e cantando para um público que a ama e admira.
Monique Marques é a “Mulher Linda, Feliz e Poderosa” desta coluna.