sexta-feira, março 24, 2017

COLUNA ESPAÇO MOTOR

João Mandes





 
 
 


                              TOYOTA COROLLA 2018, O CONFIÁVEL ATUALIZADO   
 
 A concorrência batia forte no Toyota Corolla porque ele não disponibilizava dois sistemas importantes para a segurança dos veículos, o controle de estabilidade e o controle de tração. Pronto, não vão poder bater mais, o modelo 2018 tem estes equipamentos mais assistente de partida em rampa  e ainda air bags de cortina, totalizando 7 air bags, tudo de série.
 
 
O Corolla 2018 recebeu novo estilo ficando com visual mais esportivo, para tentar atingir um público mais jovem, inclusive com rodas aro 17” o que obrigou a um recalibração da suspensão para manter o conforto e a estabilidade e assim o carro ficou mais alto em 5 mm. Ainda no estilo vale acrescentar que os novos faróis possuem luz diurna com LEDs e as lanternas traseiras também são de LED. O modelo já tem 50 anos e é vendido em 150 países liderando o segmento dos sedãs médios, aqui no Brasil, nos últimos 3 anos. As opções de motorização continuam as mesmas, as duas Flex, 1.8 de 144 cavalos e 2.0 de 154 cavalos, e as duas com câmbio CVT de 7 velocidades. A cabine ficou mais silenciosa e o painel é novo com display colorido e a central multimídia tem tela de 7”, para atender os mais velhos o sistema de áudio possui tocador de CD, já abolido por algumas marcas, mas de grande utilidade para quem tem verdadeiras coleções e não tem tempo nem paciência para transferi-los para um pen drive. São quatro as versões, 1.8 XEi R$90.990, 2.0 GLi R$99.990, 2.0 XRS R$108.990 e 2.0 Altis R$114.990. Existe na tabela da Toyota também uma versão GLi 1.8, câmbio automático, por R$69.990 e com câmbio manual por R$69.690 mas é só para deficientes físicos que tem direito a um desconto que só pode ser dado a carros que custem menos de R$70.000.

            NISSAN FRONTIER COMPETITIVA

Chegou a 12ª geração da picape Nissan Frontier que esta bem melhor que a geração anterior. O chassis recebeu muitas modificações e esta quatro vezes mais rígido e não torcendo tem melhor estabilidade e maior capacidade de carga. O motor Hi-Power bi-turbo, diesel com injeção direta, diminuiu de 2.5 para 2.3 L mas a potência ficou a mesma, 190 cavalos, e o acionamento é por corrente, esqueça aquela correia dentada, e tem bomba de óleo com controle eletrônico de pressão. Isso tudo promove melhor eficiência, a picape esta mais econômica e para ligar e desligar tem botão no painel.
 

Na economia ajuda também o câmbio automático de 7 velocidades, antes eram 5, com possibilidade de trocas manuais e também o fato desta geração ter ficado 176 Kg mais leve. Conseguiram tirar 44 Kg do chassis, 94 Kg da carroceria e ainda 38 kg de outras peças e seu peso total ficou em 1.985 Kg.
 A arrancada de 0 a 100 km/h é feita em 12,5 segundos e segundo o Inmetro o consumo na cidade é de 8,9 km/l e na estrada 10,5 km/l. As rodas são de liga leve com 16” e outro destaque é a suspensão traseira multilink com molas helicoidais e eixo rígido que nos pisos irregulares provoca menos solavancos, menos ruído, mais conforto e durabilidade. A tração pode ser 4X2, 4X4 e 4X4 com reduzida com as mudanças sendo feitas num botão situado no console mesmo com a picape em movimento em velocidades de até 100 km/h. Em termos de tecnologia para garantir mais segurança a Frontier esta recheada, controle de estabilidade e tração, controle automático de descida, assistente de frenagem e auxilio de partida em rampa. Para quem gosta de sair da estrada e entrar mato a dentro é importante saber que 31,6° é o ângulo de ataque, 27,2° o ângulo de saída e que a altura livre do solo é de 29,2 cm. O design ficou mais bonito, moderno, os faróis são de LED com acendimento automático e tem luz diurna. O interior também esta melhor e mais confortável com ajuste elétrico no banco do motorista, aquecimento elétrico nos bancos dianteiros, sistema multimídia bem completo com tela de 6,2”, onde se pode espelhar o smartphone, e tem 2 GB de espaço para baixar aplicativos. Na mesma tela se monitora a câmera de ré e ainda tem sensor de estacionamento. No painel, atrás do volante, outra tela de 5” mostra as informações do veículo em 9 páginas. A capacidade de carga é de 1.050 Kg e na caçamba, que tem 1,51 m de comprimento, existe uma funcional tomada de 12 V.  Com experiência de mais de 80 anos produzindo picapes a Nissan esta trazendo essa Frontier 2017 do México. Ela já esta disponível nas concessionárias da marca em apenas uma versão, bem completa, pelo preço sugerido de R$166.700. A Nissan fez pesquisa e informa que o custo de reparação da Frontier, a chamada cesta básica de peças, é mais barata do que todas as suas concorrentes mas como a Nissan possui uma única versão, fica em desvantagem. Ganhando mercado com este ótimo produto se espera que a Nissan fique incentivada a lançar outras versões, com preço menor, para ficar mais competitiva neste importante mercado.

MOTOCROSS EM MIGUEL PEREIRA

Foi um sucesso o 4º Motocross Legends, o encontro de pilotos veteranos do motocross do Estado do Rio de Janeiro, na Fazenda Santa Rosa, em Miguel Pereira, que foi palco de inúmeras provas do esporte nos anos 1979 e 1980. Além de muita conversa e lembranças a fazenda mantém uma pista para a turma acelerar e matar as saudades.

 
O ANO REALMENTE COMEÇOU DEPOIS DO CARNAVAL
 
Foi só o carnaval terminar que os lançamentos e testes das últimas novidades que estão chegando ao mercado tem tomado bastante tempo deste que lhes escreve. Esta semana tem mais novidades, Ford Ka Trail e novo Audi A3 Sedã, mas ainda tenho que contar aqui minhas experiências com Honda Civic Geração 10 versão EXL, Chevrolet Tracker e também fui conhecer as novas cabines dos caminhões da Mercedes-Benz, a grana esta curta pra todo mundo mas assunto não faltará.