quarta-feira, março 29, 2017

ELEVADO DO JOÁ - PONTE EM FARELO

Campuzano
 
 
 








       Esta entrevista foi realizada
       em NOVEMBRO DE 2009
 
Por cima está assim, mas por baixo...
Em 2009, o engenheiro Fernando MacDowell - hoje vice-prefeito do Estado do Rio de Janeiro -, fez uma denúncia sobre o Elevado do Joá, e que já se encontrava em situação crítica, com um pilar completamente abalado.                                                  
                                                                                        Foto: JB





"O problema do Joá é sério e delicado. É um viaduto que está na UTI e precisa de cuidados diários para segurar"
- afirmou.
 
 
 
 
 
Fernando explica que o Joá tem alto nível de corrosão e que já na segunda gestão de César Maia, sofreu uma rearrumação dos pilares e que o problema do elevado vem se arrastando há muitos anos:
 
"Hoje todas juntas de dilatação estão quebrando, a prefeitura até faz obras botando asfalto para as pessoas não notarem. O Joá precisa de análise sistemática, monitoramento.
 
 
Com a privatização da ponte Rio Niterói, ela foi salva, solucionando o problema do vão central. Já no Elevado do Joá, todos os cabos originais estão corroídos.
 
O piso de cima e de baixo foram reforçados na época do Marcelo Alencar, mas tem que ficar DE OLHO. Foram colocadas rochas para proteger pilares e hoje a força do mar joga as pedras nas bases dos pilares. Se você monitora, não é surpreendido. Engenharia tem que encarar e fazer. Tem que agir logo" alertou MacDowell.
 
O engenheiro entregou vários relatórios sobre o Joá, na época, para Sansão (secretário de transportes) e nunca foi dada nenhuma satisfação sobre os estudos.
 
Hoje há um portão negando acesso aos pilares até para tirar fotos.