terça-feira, maio 30, 2017

Galpão das Artes inaugura exposição do artista plástico Acme

O grafiteiro, escultor e restaurador Carlos Esquivel - Mestre Acme -, conhecido internacionalmente por seu pioneirismo no grafite carioca, inaugura sua nova exposição - Ressignificação - na próxima quinta-feira,  1º. de junho, às 19h, no Galpão das Artes Urbanas da Comlurb, na Gávea. A exposição fica em cartaz até 11 de agosto.


Em Ressignificação, Acme apresenta, na Sala Contemporânea, 15 esculturas feitas com materiais provenientes de entulhos recolhidos nas comunidades do Pavão-Pavãozinho e Cantagalo. Fazem parte da mostra algumas peças interativas, como o “Trem Acme”, duas mesas quebra-cabeça e um trapézio-balanço. 


Na Galeria II do Galpão, serão mostrados seis quadros de 1,50mX1,50m,   em técnica de pintura mista sobre tela.
Em suas criações, o artista dá nova utilidade a objetos descartados, entre eles pedaços de bicicleta, máquina de costura, fogão, piano, relógio de corda, geladeira, ventilador, shape de skate, panelas, talheres...Fazem parte da mostra algumas peças interativas, como o “Trem Acme”, duas mesas quebra-cabeça e um trapézio-balanço. 






ACME - Perfil 

Nascido na comunidade do Pavão-Pavãozinho, em Copacabana,  Acme se baseia  no  cotidiano da favela onde mora, em sua memória comunitária e no panorama político-social para criar suas obras. Participante constante de projetos em comunidades do Rio, tornou-se um verdadeiro “artivista” urbano, palavra que, segundo ele, une os conceitos de artista e ativista.



Entre outras iniciativas, foi um dos fundadores e presidente do Museu de Favela; criador e coordenador artístico do Circuito das Casas Telas, e curador artístico de graffiti da GaleRio - Plataforma de Arte Urbana Oficial da Prefeitura do Rio.  
Com mais de 20 anos de caminhada,  Acme sempre sentiu que sua vida seria  a arte. 






graffiti abriu seus horizontes, mas, até  realizar  seu sonho, foi um longo caminho:  passou a infância engraxando sapatos,  e a adolescência vendendo bolo na praia.  Representante da fina flor da velha escola de graffiti do Rio, compartilhou sua técnica com inúmeros grafiteiros que hoje despontam no cenário mundial.
 Acme resiste em abandonar o morro, persistindo na intenção de criar uma cultura de acesso e maior interação entre os moradores da favela e do asfalto, por meio das diversas artes urbanas, onde os tabus e preconceitos sejam quebrados. 
Essas ações começaram em 2012, com apoio de voluntários, e constam de ocupação de espaços da comunidade com oficinas e eventos culturais variados.  O maior incentivo para Mestre Acme é o sonho de um futuro melhor para nossas crianças”.
Serviço:
Abertura – 01 de junho – das 19h às 22h
Visitação – de 02  de junho a 11 de agosto de 2017
Horário - de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h
Local - Galpão das Artes Urbanas Helio G. Pellegrino/Comlurb
Endereço - Rua Padre Leonel Franca s/n - Gávea (em frente ao Planetário)
Telefone / e-mail:  (21) 3890-4962                 galpaodasartes@gmail.com