sexta-feira, junho 16, 2017

COLUNA ESPAÇO MOTOR

João Mendes







      8º SALÃO DO AUTOMÓVEL DE BUENOS AIRES


A mostra da Argentina exibiu algumas novidades que logo estarão no mercado brasileiro e outras que nunca chegarão aqui. Um total de 20 marcas estavam presentes mas algumas nem são comercializadas no Brasil. Na Argentina os impostos de importação possuem alíquotas mais vantajosas que no Brasil e assim montadoras tradicionais impostam modelos para lá e que não veremos aqui. Vamos aos destaques.


FORD – Apresentou o Novo Ecosport que é produzido em Camaçari, Bahia. O modelo já foi apresentado na Europa e Estados Unidos e será apresentado oficialmente no Brasil no final de julho chegando nas concessionárias em agosto. 

O Ecosport foi o pioneiro no segmento dos SUVs compactos no Brasil, depois começaram a chegar os concorrentes, e mesmo assim ele manteve a liderança por muitos anos até chegarem muitas opções mais modernas e sofisticadas. Com o Novo Ecosport a Ford espera retomar a liderança e para isso melhorou muito o seu produto. 

Ele tem design mais moderno mantendo as linhas do DNA Ford com a grade trapezoidal, interior com ar mais sofisticado, muitos equipamentos de segurança, conectividade e o estepe continua do lado de fora, que segundo a Ford é uma preferência dos usuários. No final de julho saem os preços que a Ford promete serem bem competitivos.



CHEVROLET – Mostrou o Equinox, utilitário esportivo que vai substituir a Captiva, e terá sua comercialização iniciada no segundo semestre. 






Seu motor será 2.0 turbo, a gasolina, com 262 cavalos. Com este motor e a sofisticação apresentada o Equinox deve chegar por uns R$150.000.







RENAULT – Apresentou a versão final do bonito Kwid, seu menor carro, que tem altura do solo maior do que os populares do mercado e posição de dirigir mais alta. A versão mais barata é a Life e custa R$29.990, já com air bags frontais e laterais.


A versão intermediária é a Zen por R$34.990 com ar condicionado, direção elétrica, travas e vidros dianteiros elétricos e a versão top é a Intense com o pack Connect por R$39.990 com retrovisores elétricos, faróis de neblina cromados, Media Nav 2.0, câmera de ré, abertura elétrica do porta-malas, rodas Flexwheel e chave dobrável. A pré venda já começou.




VOLKSWAGEN – Mostrou o esportivo Golf R, a picape Amarok, com motor V6 de 224 cavalos de potência, e o seu utilitário esportivo Tiguan,






que foi remodelado e tem versão de 7 lugares. Os três chegam no Brasil em curto espaço de tempo.





HONDA – Mostrou sua linha já conhecida no Brasil mas aproveitou para chamar a atenção com seu Civic Type R, 10ª Geração, com motor 2.0 turbo de 320 cavalos, sem previsão de data para chegar no Brasil, e o super esportivo NSX que não será comercializado na América do Sul, estava lá só para chamar a atenção. 


A melhor novidade foi a motocicleta Honda CBR 1000 RR, com novo desenho, que será comercializada no Brasil no segundo semestre. 

NISSAN – Lançou o Kicks já bem conhecido dos brasileiros. Os argentinos ainda vão absorver unidades produzidas no México enquanto, a partir do mês que vem,os brasileiros já terão o Kicks produzido na fábrica de Resende no interior do Estado do Rio de Janeiro.

PEUGEOT – Destacou o Novo 3008 que será lançado no Brasil neste mês de junho.

TOYOTA – Apresentou a minivan Innova com capacidade para 8 passageiros em três filas de bancos. Carro com conforto ideal para uma família numerosa. A Innova chega este ano na Argentina e não tem data para chegar no Brasil.

FIAT – Apostou suas fichas no Argo, recentemente lançado no Brasil. Destacou também o sedã Tipo que não será comercializado aqui no Brasil. Aqui teremos, em breve, o Argo sedã.