segunda-feira, 23 de maio de 2022

Prefeitura inicia obras de revitalização em praças da cidade do Rio

O pedido de revitalização partiu do vereador Márcio Ribeiro, do AVANTE

Três praças na Grande Tijuca, na Zona Norte do Rio, e uma praça no Pechincha, Zona Oeste, serão reformadas. O pedido de revitalização desses espaços partiu do vereador Márcio Ribeiro, que foi subprefeito da Grande Tijuca nos anos de 2015 e 2016. Ao lado do Deputado Federal, Pedro Paulo e do ex-secretário de Esportes e Lazer, Guilherme Schleder, o anúncio foi feito no último domingo, 15.05, na Praça Afonso Pena. 

As obras, que serão  realizadas nas Praças Afonso Pena, na Tijuca, Tobias Barreto, em Vila Isabel, Praça Nobel, no Andaraí/Grajáu e Praça da Mirataia, no Pechincha, já foram autorizadas pelo prefeito e terão início logo no início do mês de junho. Para o parlamentar, preservar as praças públicas e resgatar a cultura dos bairros:

“As praças públicas são uma espécie de “patrimônio cultural” dos cariocas. Esses espaços têm uma importância muito além do que apenas um espaço público, é um ambiente de socialização muito importante para os moradores e frequentadores do bairro. Uma série de transformações positivas estão acontecendo na cidade e é uma honra fazer parte desse momento, ao lado do Prefeito Eduardo Paes, que com muita dedicação está trazendo qualidade de vida à população, do Deputado Federal Pedro Paulo e do ex-secretário, Guilherme Schleder”, revela Marcio Ribeiro.

Mãe de duas crianças de 5 e 7 anos e moradora da Tijuca há 10 anos, Isabelle Lima ficou feliz quando soube dos início das obras:

—A pracinha para as crianças e idosos é fundamental. São nesses espaços que eles conseguem extravasar a energia e socializar com outas crianças e idosos. Acho muito importante", disse Isabelle.

domingo, 22 de maio de 2022

Português é idioma mais procurado para trabalhos em Nova York, indica levantamento

Dados da Preply mostram ainda que língua portuguesa é a segunda mais bem paga dos Estados Unidos

Aprender um segundo idioma ou ser bilíngue pode pagar muito bem, especialmente se você fala português. É o que descobriu um estudo recente da Preply, uma plataforma online que conecta alunos a tutores em todo o mundo e que ajuda a ensinar mais de 50 idiomas. Segundo a empresa, que analisou mais de 1,5 milhão de anúncios de emprego em mais de 100 cidades de 16 países diferentes, o idioma lidera a lista de preferência das companhias na hora da contratação em Nova York, nos Estados Unidos.

Conforme os resultados da pesquisa, nos Estados Unidos, a segunda língua estrangeira com a melhor renda média é português (US$60.700,00 ou R$301.366,76 por ano), atrás apenas do alemão, com um salário médio de US$65.812,62 ou R$326.349,61. Logo depois está o japonês, que tem uma média salarial de US$55.410,42 ou R$275.118,57*. Os outros idiomas que integram as 10 línguas estrangeiras mais bem pagas no país são, em ordem, italiano, mandarim, francês, espanhol, bengali, árabe, hindi, urdu e punjabi.

A Preply também descobriu que, para ganhar uma média de US$248.449,45 por ano, equivalente a R$1.230.744,37, você precisa falar a língua portuguesa e se mudar para Nova York, onde são oferecidos os salários mais altos para cargos que exigem esse idioma. Outras cidades que se destacam são Toronto e Ottawa, no Canadá, que estão empatadas em segundo lugar na lista dos lugares onde pessoas que falam português são mais bem pagas, com uma média de US$196.115,96 ou R$970.891,62 anuais. Confira a lista completa das 10 cidades que melhor remuneram falantes do idioma no final do texto.

De acordo com Daniele Saccardi, gerente de campanhas da Preply, os dados ressaltam a importância e a grandeza do idioma. "As pessoas costumam pensar que aprender uma segunda língua é muito difícil e que você só pode praticar quando viaja. Contudo, é possível ter aulas com nativos, que ensinam muito mais que expressões e gírias locais, pois eles ensinam também sobre costumes e curiosidades de um determinado país", ele diz.

Estados Unidos é o principal país para quem fala português trabalhar

Além de descobrir os locais onde falantes da língua portuguesa podem receber maiores salários em empregos que exigem o idioma, a Preply analisou as cidades que apresentam as maiores taxas de ofertas de emprego para esse grupo a cada 100 mil habitantes. A plataforma online de idiomas observou que dois municípios americanos apresentam as maiores quantidades de trabalhos para quem fala português a cada 100 mil pessoas.

São os casos de Boston e Miami, que possuem, em média, 39 e 38 vagas, respectivamente, para quem fala português a cada 100 mil habitantes. Mas, o que chama atenção é em relação à terceira colocada, Austin, onde as ofertas são cerca de 10 vezes menores do que nas outras duas cidades dos Estados Unidos e equivalem a 4 a cada 100 mil pessoas.

Apesar de Nova York ser a cidade com maior média salarial para falantes de português, a metrópole não possui tantas vagas disponíveis assim, ficando bastante atrás dos primeiros lugares, com 2.9 vagas a cada 100 mil pessoas. No Canadá, Toronto e Ottawa também apresentam baixo índice de empregos para esse grupo e estão abaixo de 2 e 1 vagas, respectivamente.

Veja a lista completa das 10 cidades com a melhor média salarial para falantes de português:

 PaísCidadeMédia salarial (US$)Média salarial (R$)
1Estados UnidosNew York248.449,451.230.744,37
2CanadáOttawa196.115,96970.891,62
2CanadáToronto196.115,96970.891,62
3Reino UnidoBrighton80.691,00401.045,77
4Reino UnidoPlymouth78.276,77389.098,15
5ItáliaRoma77.995,04387.703,00
6FrançaParis72.646,64362.061,48
7ItáliaMilão69.268,88345.227,16
8AlemanhaBerlim59.224,88295.169,16
9Estados UnidosChicago54.117,32269.713,74
10Reino UnidoBristol52.429,68261.302,76

*As conversões das moedas foram feitas em 17/05/2022 com base nos valores originais em libras.

 

Sobre a Preply

A Preply é uma plataforma online que reúne alunos e tutores. Nosso site apresenta milhares de professores, localizados em todo o mundo, ensinando uma ampla variedade de assuntos a preços que cabem em qualquer orçamento. Nosso principal produto compreende aulas individuais de ensino de idiomas com falantes nativos. Para mais informações, acesse https://preply.com/pt/.





sexta-feira, 20 de maio de 2022

COLUNA ESPAÇO MOTOR 

JOÃO MENDES 

A CHEVROLET S10 Z71



A primeira picape média produzida no Brasil foi a S10 que chegou no modelo 1996. De lá para cá o modelo cresceu de tamanho, recebeu motores mais potentes e tomou um banho de tecnologia. Agora a GM apresenta a versão mais esportiva e aventureira que leva a designação Z71 bastante conhecida nos Estados Unidos. Na verdade essa versão reúne o pacote da sofisticada e equipada versão LTZ, com o mesmo motor 2.8 TDI de 200 cavalos e 51 kgmf de torque, com 20 itens de personalização. Tem Santo Antônio de série, grade frontal exclusiva, moldura nos paralamas que caracterizam bem a versão junto com os adesivos nas lateraisinterior escurecido e bancos com revestimento premium. A Z71 tem tração 4X4 e pneus All Terrain de uso misto. A conectividade está no Chevrolet MyLink de última geração, compatível com AndroidAuto e Apple CarPlay, e na mesma tela do multimídia se monitora a câmera de ré de alta definição. Para segurança tem alerta de pressão de pneus 6 airbags (2 laterais, 2 frontais e 2 de cortina), lanterna de neblina e ganchos de amarração na caçamba porque a carga também tem que andar em segurança. A capacidade de carga é de 1.200 Kg e no interior ótimos porta-objetos. No seu comportamento dinâmico nenhuma mudança em relação as outras versões mas o visual realmente ficou muito bonito e diferenciado. Seu preço é R$274.800 e você ainda pode incrementá-la com uma vasta lista de acessórios.

MOTORISTAS PROFISSIONAIS TEM DÚVIDAS SOBRE EXAMES TOXICOLÓGICOS

A campanha Maio Amarelo alerta a população sobre a importância de se realizar ações para garantir um trânsito seguro. Dentro deste assunto, a exigência do exame toxicológico para motoristas da categoria C, D ou E é uma das mudanças mais recentes, mas que ainda gera muitas dúvidas nos profissionais, no que diz respeito aos tipos de substâncias detectadas e demais exigências da lei. O exame toxicológico tem como objetivo identificar a presença de substâncias psicoativas no organismo. A Lei 14.071/2020 determina que todo condutor habilitado nas categorias C, D e E deve realizar o exame toxicológico periódico a cada dois anos e seis meses, para condutores com até 69 anos de idade; e a cada renovação da habilitação, para condutores com 70 anos ou mais. De acordo com um estudo do SOS Estradas divulgado em outubro do ano passado, com a obrigatoriedade dos exames, ocorreu uma redução dos acidentes de trânsito de 30 a 40% em alguns estados brasileiros e cerca de 3,6 milhões de motoristas abandonaram a carreira. A pesquisa mostrou também que, de 200 mil laudos positivos analisados, só na categoria de ônibus, 60,3% usavam cocaína. Segundo o gerente de produtos do DB Toxicológico, Libni Souza, os motoristas ficam tão preocupados em cumprir o trabalho que acabam tomando substâncias, como o popular rebite, para conseguirem dirigir várias horas seguidas sem descansoO exame toxicológico de larga janela de detecção é capaz de identificar se a pessoa fez uso de substância entre 3 e 6 meses do período anterior à data da coleta.

MARCAS CONFIRMADAS NO SALÃO MOTO BRASIL

Salão Moto Brasil que terá sua 10ª edição no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, na Av. Abelardo Bueno, Barra da Tijuca, vai mostrar os últimos lançamentos das marcas BMW, Triumph, Kawasaki, Ducati, Suzuki, Haojue e Harley-Davidson que já confirmaram presença. O evento vai do dia 26 ao dia 29 de maio e maiores informações podem ser encontradas no site salaomotobrasil.com.br.

PREÇO DO CARRO ELÉTRICO PODE CAIR 20%

O projeto de Lei (PL) 403/2022, em trâmite no Senado Federal, propõe zerar o Imposto de Importação dos veículos elétricos e híbridos até 31 de dezembro de 2025. Atualmente, esses modelos são vendidos no país por valores elevados, onde os automóveis mais baratos custam cerca de R$150 mil. Porém, um levantamento da BloombergNEF (New Energy Finance), realizado em 2021 para o Transport & Environment (T&E), apontou que estes automóveis poderão ser mais baratos que os veículos a combustão até 2027. Para Fábio Pizzamiglio, diretor da Efficienza, empresa especializada em negócios internacionais, a proposta pode trazer pontos positivos, mas ainda será necessário acompanhar a variação dos preços dos insumos de produção. A proposta tem a perspectiva de diminuir o valor dos eletrificados no Brasil em cerca de 20%. Segundo os dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), somente no primeiro trimestre deste ano houve aumento de 115% na venda de automóveis elétricos no país. no município

Cuidados com os pets no frio


Professores do curso de Medicina Veterinária do grupo Cruzeiro do Sul Educacional

Olá, somos a XCOM, agência de comunicação do grupo Cruzeiro do Sul Educacional.

O inverno ainda nem chegou e o Brasil já está recebendo uma onda de frio muito forte, com isso alguns cuidados devem ser levados em conta, entre eles, a atenção com os pets, pois mesmo com a pelagem, eles podem sofrer com as baixas temperaturas. Pensando nisso, gostaríamos de sugerir como fonte, nossos professores do curso de Medicina Veterinária.

Entre os assuntos a serem abordados pelos porta-vozes: quais são as raças de cães e gatos que mais sofrem com o frio, como proteger os pets, quais doenças os animais podem desenvolver com a presença das baixas temperaturas, o que precisa ser evitado, entre outros assuntos.

Se houver o interesse em discorrer acerca do tema, mencionamos que os nossos professores estão à disposição para conceder a possíveis entrevistas por telefone,
e-mail ou videoconferência.

Por gentileza, enviar a pauta, deadline e prévia de perguntas.

E-mail: cruzeirodosuleducacional@xcom.net.br